Comissão de Agricultura da Alerj discute atuação da Emater


A Comissão de Agricultura, Pecuária e Políticas Rurais da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) realizou, nesta terça-feira (25/06), uma audiência pública sobre o tema 'A ação da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-Rio) e sua importância para o desenvolvimento rural do nosso estado'. O deputado Jair Bittencourt conduziu o encontro, que aconteceu no Auditório Senador Nelson Carneiro, no prédio anexo ao Palácio Tiradentes. A Emater é uma empresa vinculada à Secretaria Estadual de Agricultura.

FOTO: DIVULGAÇÃO

O objetivo da comissão foi tomar conhecimento sobre quais programas e projetos estão em andamento, como estão sendo realizadas as ações dos extensionistas da empresa e como anda a interlocução com os agricultores e pequenos produtores, bem como as perspectivas para o futuro.

FOTO: DIVULGAÇÃO

Denúncias e solicitações

O presidente da Aferj (Associação dos Funcionários da Emater-Rio), Thiago Branco, fez diversas denúncias de descumprimento do estatuto da Emater, do regimento interno e de desrespeito à Constituição Estadual com a nomeação de pessoas despreparadas, com atividades políticas e não técnicas.

Oto Santos, presidente da Fetagri (Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares) e representante da agricultura familiar no estado do Rio de Janeiro, denunciou o fato de que vários escritórios da Emater estão sem condições de funcionamento e que os agricultores que não tem assistência técnica vão engrossar os bolsões de pobreza. 'Precisamos de  concurso público para a colocação de técnicos profissionais', disse.

A agricultura familiar coloca atualmente 73% dos alimentos na mesa da população, sendo esse agricultor responsável ainda pela preservação de nossos mananciais.

Guilherme Strauch, superintendente da Secretaria de Agricultura, ressaltou a importância da Emater para o Estado e o sucesso que vem, há anos, sendo alcançado pelo Programa Rio Rural.

Jair Bittencourt: 'A Alerj precisa conhecer os fatos para tomar uma atitude'

O deputado estadual e vice-presidente da Alerj, Jair Bittencourt, ressaltou que essa audiência foi uma demanda dos agricultores do estado do Rio de Janeiro e dos funcionários da Emater, que estavam com várias denúncias de desmandos na Emater.

_ É importante ouvirmos o que essas pessoas têm a dizer. A Alerj tem essa função de fiscalização em nível estadual e precisa conhecer os fatos para tomar uma atitude. Esclarecendo os acontecimentos, poderemos colaborar com ações enérgicas para a solução dos problemas de nossos agricultores e da população do estado - afirmou o deputado.