O início da biometria eleitoral obrigatória em Miracema está marcada para 2 de agosto


O presidente do TRE-RJ, desembargador Carlos Santos de Oliveira, e o vice-presidente e corregedor regional eleitoral, desembargador Cláudio Brandão de Oliveira, convocaram uma reunião com os juízes eleitorais e chefes de cartório dos 17 municípios que iniciam o cadastramento biométrico obrigatório no mês de agosto.  Realizado na manhã desta segunda-feira (8), na sede do tribunal, o encontro teve ainda a participação do juiz auxiliar da Presidência, Rudi Baldi Loewenkron. 'Precisamos unir esforços na atuação junto a entidades locais, como Prefeitura e Câmaras Municipais, que possam contribuir para impulsionar a biometria. Trata-se de garantir eleições ainda mais seguras', destacou o presidente do TRE-RJ.

O presidente do TRE-RJ, desembargador Carlos Santos de Oliveira

Em junho, o ciclo 2019 do cadastramento biométrico obrigatório no estado teve início em 18 municípios fluminenses. Gerente do Projeto Biometria, a assessora da Presidência Ana Lúcia Martins da Silva falou sobre o sistema de consulta disponibilizado no site do TRE-RJ, que permite ao eleitor conferir se já está com a digital cadastrada na Justiça Eleitoral. 'Ao agendar, o eleitor terá a oportunidade de consultar, pelo número do título, se está dispensado de comparecer à revisão', explicou. Requisição de servidores, contratação de terceirizados, segurança, divulgação e a logística geral de atendimento também foram assuntos tratados no encontro.

Participaram da reunião juízes eleitorais e chefes de cartório dos municípios de São João de Meriti, Carapebus, Cardoso Moreira, Comendador Levy Gasparian, Cordeiro, Macuco, Natividade, Varre-e-Sai, Santa Maria Madalena, Iguaba Grande, Italva, Miracema, Laje do Muriaé, Porto Real, Quatis, Quissamã, Magé. O início da biometria obrigatória nesses municípios está marcada para 2 de agosto, exceto em São João de Meiriti, que iniciará o procedimento em 12 de agosto.