EMERJ homenageia desembargador miracemense Marcus Faver


Por iniciativa do diretor-geral da EMERJ, desembargador André Gustavo Corrêa de Andrade, a Escola realizará uma merecida homenagem ao desembargador e ex-presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Marcus Faver.

No dia 21 de agosto será inaugurada na Galeria dos Conferencistas Eméritos da Escola um retrato do magistrado. A homenagem acontecerá às 17h na antessala do Auditório Paulo Roberto Leite Ventura (Rua Dom Manuel, 25, 1º andar, Centro do Rio).

FOTO: DIVULGAÇÃO

Marcus Faver presidiu o TJRJ no biênio 2001-2002 e o TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro) de 2003 a 2005. Ele atuou como magistrado por 41 anos. Faver formou-se em 1963 pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil, atual Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)). Em 1981, concluiu o mestrado em Direito pela Puc-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro).

Natural de Cantagalo, município na região Centro Fluminense, o desembargador atuou como advogado e professor no município de Miracema (Noroeste Fluminense), onde exerceu dois mandatos eletivos de vereador (1962-1966 e 1966-1969).

Em 1969, ele ingressou na magistratura por concurso público. Em 1983, foi nomeado como juiz do Tribunal de Alçada Cível, sendo promovido a desembargador, em 1993. Atuou como conselheiro do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) de 2005 a 2007. Faver ainda presidiu o Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça do Brasil.