Biometria obrigatória: Miracema tem baixo índice de comparecimento


O comparecimento dos eleitores de Miracema, no Noroeste Fluminense, ao cadastramento biométrico obrigatório está bem abaixo do esperado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Do total dos 21.984 eleitores do município, 9 mil (40,93%) ainda não fizeram a biometria. Na semana de 5 a 9 de agosto, foi feita uma média diária de 35 atendimentos, enquanto a meta, para alcançar 80% do eleitorado até a data limite de 1º de dezembro, era de 58 cadastros biométricos por dia.

FOTO: NELSON BARROS

Para o eleitor saber se precisa fazer a biometria, ele pode fazer a consulta no site do TRE-RJ ou pela Central de Atendimento Telefônico (21) 3436-9000. O eleitor que não comparecer dentro do prazo terá seu título eleitoral cancelado, ficando impedido de votar, de receber benefícios sociais, como o Bolsa Família, de obter passaporte, de ser empossado em cargo público ou de renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo. Também poderá ter dificuldades para obter empréstimos em bancos oficiais e participar de concorrência pública ou administrativa. 

Para fazer a biometria, a Justiça Eleitoral recomenda que o eleitor faça o agendamento pelo site do TRE-RJ ou pela Central de Atendimento Telefônico. Quem preferir pode comparecer diretamente à CAE de Miracema, que fica na Avenida Deputado Luiz Fernando Linhares, 1020, 3° pavimento - Fórum, Boa Vista, das 11h às 19h. No momento do atendimento, é preciso levar documento de identificação oficial com foto, comprovante de residência (até três meses de emissão) e o título de eleitor (caso possua). 

A biometria é um método tecnológico que permite identificar uma pessoa por meio de suas impressões digitais, que são únicas. Na Justiça Eleitoral, o cadastro biométrico é utilizado para tornar as eleições ainda mais seguras e prevenir fraudes. Para mais informações, o eleitor deve acessar www.tre-rj.jus.br/biometria.