Santuário da Divina Misericórdia na Diocese de Campos


No sábado (05) o Bispo de Campos, Dom Roberto Francisco Ferreria Paz presidiu missa solene da Festa de São Benedito com a criação do Santuário da Divina Misericórdia na cidade de Itaperuna, Noroeste do Estado do Rio de Janeiro.  Concelebraram  Pe. Estevão Lewandowski, Pe. Marcelo Néspoli  vigário paroquial) e os padres Jurandir e João Genes de Andrade  Com o decreto lido pelo Diácono Francelino da Silva Júnior, no início da Missa.

Em sua saudação inicial e durante a homilia, Dom Roberto Francisco enalteceu a importância deste templo como lugar de salvação a todos os povos, à comunidade e àqueles que precisarem de repouso e acolhimento, conforto e consolo espiritual. Lugar para atender as pessoas que, por certo, farão sua experiência com a Misericórdia Divina. Onde terão assistência espiritual, confissões, celebrações eucarísticas, indulgências etc. Local de assistência aos peregrinos. Enfim, um manancial das graças de Deus.

Desde a posse em 2003 Pe. Estevão Lewandowski foi o responsável pela construção da Capela da Divina Misericórdia e a devoção que já existia, aumentou consideravelmente. Fieis se reúnem diariamente para recitação do terço mariano e meditação da Via Sacra e toda sexta feira acontece missa às 15h. Dom Roberto exortou a todos as orações pelos sacrilégios cometidos contra os templos e objetos sagrados, pela conversão dos pecadores e ainda revelou que agora São Benedito é o patrono da Paróquia e também do Santuário. E Pe. Estevão, além das funções que exerce de pároco e de superior da região Mãe da Misericórdia é o Reitor do Santuário Diocesano da Divina Misericórdia.

- Quão felizes e abençoados e agradecidos estamos com o decreto erigido pelo nosso Bispo Dom Roberto Francisco Ferreria Paz, que também presidiu a Missa festiva do Padroeiro São Benedito. E agora na igreja de São Benedito onde já existe a belíssima capela dedicada ao Senhor da Misericórdia, já temos o Santuário Diocesano da Divina Misericórdia. - revela Marina Caroline de Almeida.

Foto: Mônica Console

Um pouco de História - A Paróquia São Benedito, em Itaperuna/RJ, foi constituída pelo desmembramento do território das Paróquias São José do Avahy e Santo Antônio de Pádua. Com a liderança de  Pe. Humberto Lindelauf,  o prédio teve início graças ao empenho dos paroquianos que, dentre outras coisas, em mutirão, carregavam pedras para o alicerce. A igreja foi elevada à categoria de Paróquia no dia 1º de maio de 1968. O então, Dom Antônio de Castro Mayer, Bispo diocesano, nomeou como primeiro pároco o Pe. Roberto Gomes Guimarães (atual bispo Emérito de Campos).

A convite do saudoso Dom Carlos Alberto Navarro (Bispo Diocesano da época), os padres palotinos passaram a assumir a Paróquia de São Benedito, além de várias capelas da zona rural nas localidades de Aré, São José de Ubá e adjacências.  O primeiro padre palotino, Padre Jan Baraniecki SAC, assumiu a Paróquia de São Benedito em 1º de fevereiro de 1987 e permaneceu nesta comunidade por 10 anos. Após esse período, trabalharam outros padres palotinos. Atualmente, o pároco é Pe. Estevão Lewandowski.

No dia 20 de novembro de 2006, no Ano da Misericórdia, foi inaugurada a capela dedicada ao Senhor da Misericórdia. No dia 15 de novembro de 2018, Dom Roberto Francisco Ferrería Paz - Bispo Diocesano de Campos realizou a celebração festiva da Consagração do Templo e Dedicação do Altar-Mor com as relíquias de São Vicente Pallotti. A igreja reuniu muitas pessoas, incluindo, representantes de Roma, vindos da Casa Geral. Contou ainda com a presença de padres palotinos e diocesanos, seminaristas, irmãs, muitos fiéis e autoridades locais.

- A devoção à Divina Misericórdia já estava entranhada nessa comunidade há muitos anos e com a inauguração da capela, essa devoção aumentou ainda mais, o que nos levou a solicitar que se estabelecesse um lugar específico - Santuário - para que todos pudessem gozar da maior assistência dos sacramentos, assistência pastoral, indulgências e as graças que Deus enviará àqueles que com fé e confiança buscarem  consolo e força diante da Imagem do Senhor da Misericórdia, que se encontra na capela já mencionada. - revela Pe. Estevão.

Muitas bênçãos para a cidade de Itaperuna e momento que ficara marcado nos corações de toda comunidade católica da região. Pe. Maxiliano Barreto da Paróquia Nossa Senhora da Conceição destaca a importância do novo santuário, local para peregrinações e canal de muitas graças para toda a Diocese de Campos.

- Partindo da construção da Capela da Divina Misericórdia e a devoção implantada e difundida na cidade de Itaperuna e hoje o local passa a ser santuário diocesano. E santuário é local de oração, mas de muitas graças e bênçãos e desejo que os raios da Divina Misericórdia possa iluminar os corações de todos a que possam ser misericordiosos como o Pai é misericordioso. - recorda Pe. Maxiliano.

Na opinião do Diácono Francelino da Silva Júnior a criação do Santuário da Divina Misericórdia é ao mesmo tempo ponto de chegada da caminhada de devoção a Divina Misericórdia e ponto de partida para mergulhar na fonte da Misericórdia Divina. Ponto de partida porque é a coroação de diversas atividades voltadas à misericórdia com encontros, congressos, estudos e a oração diária do Terço da Misericórdia e a Festa Solene no segundo domingo da Páscoa.

- Ponto de partida de uma nova etapa de mergulho na Misericórdia, pois Itaperuna e região que tem a possibilidade de auferir os benefícios da proximidade com o Santuário, tais como as indulgências e poder estar num espaço para obter os frutos dessa salutar devoção.  Com arrependimento dos pecados e poderá sentir essa participação na vida di8vina, o que seria impossível por nossos esforços e merecimentos. - reflete o Diácono.

Palavras são insuficientes para expressar tamanha gratidão à Deus pela criação do Santuário da Divina Misericordia na Paróquia de São Benedito - Itaperuna/RJ, revela Mônica Console Monteiro. A perseverança e a fé desta comunidade, através da oração do Terço da Misericórdia, rezado diariamente às 15h pelo sacerdote juntamente com os fiéis, além da dedicação do Grupo da Misericórdia, coordenado por  Elizabeth Demétrio, que durante 24h rezam incessantemente o Terço a Jesus Misericordioso e pelo trabalho do grupo dos Apóstolos Eucarísticos da Divina Misericórdia são alguns dos exemplos de fé dessa comunidade simples e orante.

- É visível a gratidão do povo à Deus e ao pároco, Padre Estevão Lewandowski ,  um sacerdote corajoso e dinâmico que idealizou tão grande projeto arquitetônico. Gratidão ao nosso Bispo Dom Roberto Francisco Ferrería Paz que com o cuidado de pastor soube escutar a voz e o clamor dessa comunidade simples e humilde e nos presenteou com essa grande graça. - destaca  Mônica Console Monteiro - Secretária Paroquial

Texto Ricardo Gomes (Comunicação Diocese de Campos) e com informações e fotos de Marina Caroline de Almeida (Pascom / Paróquia São Benedito/ Itaperuna)