Deputado Jair Bittencourt defende punição exemplar para fraudadores da Saúde


Membro da comissão especial da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) que investiga a aplicação dos recursos no combate à Covid-19, o deputado estadual Jair Bittencourt (PP) afirma que a comissão está trabalhando para concluir as apurações que já confirmaram as denúncias de corrupção na Saúde. Jair defende 'punição exemplar' para os envolvidos no desvio de dinheiro público.

O deputado chama de 'bandalheira', 'vergonha' e 'roubalheira' o que se fez na gestão dos fracassados hospitais de campanha. Dos seis anunciados pela Secretaria de Estado de Saúde, apenas dois abriram e já foram fechados sem atenderem a capacidade anunciada de pacientes com coronavírus.

FOTO: DIVULGAÇÃO

'Infelizmente a ideia de abertura dos hospitais de campanha foi para desviar recursos, para contratar organizações sociais e implementar a corrupção na saúde', afirma Jair Bittencourt.

O deputado lembra que o Noroeste fluminense não recebeu hospitais de campanha, e que os hospitais de referência na região, São José do Avaí, em Itaperuna, e São Vicente de Paulo, em Bom Jesus do Itabapoana, vem atendendo plenamente os casos de covid.

'Ficou muito claro que não precisa gastar R$ 300 milhões como fizeram nos hospitais de campanha. Com bem menos recursos e gestão eficiente, o atendimento está sendo feito no noroeste fluminense. É uma vergonha o que fizeram com os hospitais de campanha que sequer abriram, e o do Maracanã em que se gastou mais de R$ 150 milhões e nem chegou a atender mil pessoas', diz Bittencourt.

Vice-presidente da Alerj, ele afirma que é preciso fazer justiça com a punição de todos os agentes envolvidos nas fraudes na Saúde durante a pandemia. 'Estamos trabalhando muito para que essas pessoas que praticaram corrupção sejam punidas exemplarmente, para mostrarmos que a população do Estado do Rio está indignada com o que aconteceu', conclui Jair Bittencourt.