36º BPM promove café comunitário em São Sebastião do Alto


Na quinta-feira, 24 de janeiro, foi realizado no Centro Cultural, Pe. Peter Joseph Corbert, em São Sebastião do Alto, o café comunitário do 36º BPM de Santo Antônio de Pádua. Na oportunidade foi passada para os presentes a estatística dos crimes registrados no município.

Presente ao evento o prefeito, Carmod Bastos, destacou a importância do café comunitário realizado pela PM. 'Achei muito produtivo, e assim, se consegue derrubar algumas barreiras de comunicação entre a população e o setor de segurança pública, tanto da polícia militar quanto da civil. Considerei muito importante e interessante, pois sugiram novas ideias e oportunidades. O município de São Sebastião do Alto junto com a PM está contribuindo em beneficio da população na melhoria dos serviços de segurança. Temos a intenção de criarmos a guarda municipal, que é algo que faz parte do nosso programa de governo. Somos um dos únicos municípios que ainda não tem a guarda instalada e, vamos fazer um projeto para a criação dela,' argumentou.

Segundo o comandante do 36º BPM, Ten Cel PM Ricardo de Souza Borges, é muito importante essa integração da comunidade com a polícia militar e a civil, porque ela aproxima os anseios da sociedade no que a PM presta o seu serviço que é justamente a segurança pública. 'Quanto mais nos aproximarmos da comunidade em eventos com este, será cada vez melhor para ambas as partes. Então as pessoas devem falar e assim colocar para a PM o que as preocupam e o que elas mais necessitam. Desta forma, podemos colocar o nosso efetivo para melhor atender o anseio da população,' destacou.

 O comandante acrescentou que é um prazer está em São Sebastião do Alto. 'Sou filho da região aqui no Centro-Norte Fluminense. Comecei minha carreira aqui e nasci nesta região de Nova Friburgo e conheço essa localidade. Um lugar que a minha família sempre esteve. Poder está aqui e consegui contribuir com o nosso trabalho para a comunidade. É um grande prazer,' concluiu.

 

Também estiveram presentes ao café: o inspetor da polícia civil Gervásio de Paula, secretários, vereadores, demais autoridades e populares.

Por Ronnie Fialho