Produtores rurais podem declarar online vacinação contra Febre Aftosa


Comunicação obrigatória deve ser feita até cinco dias após encerramento da campanha que acaba dia 31

Termina no próximo dia 31 o prazo para os pecuaristas fluminenses vacinarem seus rebanhos bovinos contra a Febre Aftosa. A secretaria estadual de Agricultura lembra que a declaração de vacinação dos animais a partir desta primeira etapa anual, iniciada em 1º de Maio, pode ser feita  online.

FOTO: DIVULGAÇÃO

A entrega do documento também pode ser realizada em um dos Núcleos de Defesa Agropecuária ou Postos Municipais no Estado. A comprovação da imunização é sempre exigida para a emissão da GTA - Guia de Trânsito Animal - nos deslocamentos de bovídeos. O documento evita penalidades previstas na lei como multa e interdição da propriedade.

O superintendente de Defesa Agropecuária, Paulo Henrique Moraes, explica que para a comunicação obrigatória da imunização do rebanho,  o produtor que optar pela declaração online deve entrar no site da secretaria: www.agricultura.rj.gov.br e clicar no botão SIAPEC (localizado à direita, na parte inferior da página).

- Com a facilidade da comunicação pela internet esperamos que os pecuaristas aproveitem essa comodidade para informar dentro do prazo previsto, que é de até cinco dias úteis após o término da campanha - frisou.

A expectativa é que seja imunizado 100%  do rebanho. O Estado do Rio de Janeiro  tem o status de livre  contra a Febre Aftosa e está há 16 anos sem o registro da doença.

O superintendente lembrou que os produtores devem adquirir  a vacina nas lojas agropecuárias autorizadas e vacinar os animais de todas as idades, durante o prazo de duração da campanha, enfatizando que os bubalinos (búfalos) também deverão ser imunizados.

Outro alerta está relacionado ao transporte das vacinas. O produto deve ser levado em caixa de isopor com gelo da loja comercial até à propriedade. Deve permanecer na geladeira até o momento de sua aplicação.