(22) 997587542  |  contato@doisestados.com.br

Antecipação dos salários dos servidores vai movimentar comércio e turismo do estado no feriadão

Leticia Barros

Leticia Barros

A antecipação do pagamento dos salários de setembro aos servidores do estado, nesta sexta-feira (08), às vésperas do feriado de 12 de outubro, vai movimentar o comércio fluminense, com as compras para o Dia das Crianças, uma das datas mais aguardadas pelo varejo. Outro setor que será beneficiado é o de turismo. Esta é a 11ª vez, desde que o governador Cláudio Castro assumiu o comando do estado, que o pagamento é feito antes do décimo dia útil, conforme prevê o calendário oficial.
“Essa antecipação é um reconhecimento e uma valorização ao trabalho dos servidores e também reflexo dos esforços do governo para colocar as contas em dia. Do ponto de vista econômico, injetará R$ 1,9 bilhão na economia fluminense”, ressalta o governador Cláudio Castro.
O levantamento do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) reforça a tendência de uma recuperação gradual do varejo: indica que o Dia das Crianças, terceira data mais importante para o comércio, depois do Natal e do Dia das Mães, deve superar os resultados de 2019, do período pré-pandemia (R$ 1,3 bilhão) e também os do ano passado (R$ 1,2 bilhão) no estado.
Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Vinicius Farah, “com a previsibilidade dos pagamentos, a população pode pagar suas dívidas, reduzindo a inadimplência e, com isso, retomar ou aumentar seu poder aquisitivo, indo às compras e deixando um saldo positivo na economia local”.
O ritmo regular da vacinação no Rio de Janeiro também deve colaborar com o melhor desempenho comercial da data, com maior movimento de bares, restaurantes e turismo local.
“As últimas pesquisas de ocupação hoteleira apontam um crescimento do fluxo de turistas nas cidades do interior e da capital”, afirma o secretário de Turismo, Gustavo Tutuca, acrescentando que a secretaria está focando suas ações no público nacional, que vem redescobrindo o país por causa da pandemia.