Governador Cláudio Castro antecipa pagamento dos salários de dezembro para servidores nesta quinta-feira, dia 30

O Governo do Estado do Rio de Janeiro vai quitar, antecipadamente, nesta quinta-feira (30/12), os salários de dezembro para 462.553 servidores públicos ativos, aposentados e pensionistas. Esta é a primeira vez que a atual gestão realiza o pagamento da última folha dentro do próprio mês, antes da virada para 2022. Além disso, será a 14ª antecipação salarial para o funcionalismo desde que o governador Cláudio Castro assumiu o comando do Estado do Rio de Janeiro.

O prazo de pagamento é o décimo dia útil do mês seguinte ao trabalhado, conforme prevê o calendário oficial do Poder Executivo. O valor líquido da folha de dezembro é de R$ 1,9 bilhão. Cabe ressaltar que os depósitos serão realizados ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário.

O governador destacou que, além de valorizar o funcionalismo do Rio de Janeiro, a medida ajuda a estimular a economia fluminense, principalmente neste período de festas.

– A antecipação salarial é um reconhecimento de todas as nossas servidoras e servidores, que são essenciais para o funcionamento do nosso Estado. Nada mais justo do que terem essa garantia do salário de dezembro no dia 30 deste mês. Esse também é mais um passo para fomentar a economia estadual – declarou o governador Cláudio Castro.

– Com isso, estamos quitando 14 folhas salariais dentro do ano, um marco histórico. Esse feito só é possível graças a uma gestão responsável das finanças públicas e a todo empenho que estamos empregando para o fortalecimento da economia – acrescentou o governador.

Décimo terceiro também foi antecipado

O calendário do décimo terceiro salário deste ano também reforça a política de valorização do serviço público adotada pelo governador Cláudio Castro. A primeira parcela do abono foi paga, de forma antecipada, em 30 de junho, e a segunda parte quitada em 17 de dezembro.

Desde 2015 que o Estado do Rio de Janeiro não adiantava o depósito do décimo terceiro para o funcionalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.