(22) 997587542  |  contato@doisestados.com.br

Governo do Estado publica edital de convocação de 600 professores nesta quarta-feira (15/06)

Nelson Barros

Nelson Barros

O Governo do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Estado de Educação, publica, nesta quarta-feira (15/06), edital para convocação de 600 docentes para os cargos de Professor Doc I (16 horas). Esses profissionais foram aprovados nos concursos promovidos em 2013 e 2014.

– Não poupamos esforços para investir na educação, estamos hoje convocando estes profissionais porque queremos acabar com a carência de professores que se arrasta por décadas no Estado. – disse o governador Cláudio Castro.

O secretário de Estado de Educação, Alexandre Valle, relaciona a convocação destes professores a uma vitória para a educação pública estadual.

– A convocação desses profissionais é uma grande vitória para a educação do Rio. A Seeduc esteve o tempo todo na busca de conseguir a autorização para o chamamento dos aprovados nesses concursos a fim de suprir as carências reais da rede pública estadual – declarou o secretário.

O cronograma e todos os requisitos para o processo admissional serão divulgados no edital citado e, para assumir o cargo, os docentes precisam reunir os seguintes documentos:

Docentes aprovados no concurso de 2013

 Cédula de identidade/RG; o mesmo CPF utilizado no ato da inscrição; Documento de inscrição no PIS ou PASEP; Título de Eleitor; CTPS; Certificado de Reservista ou de Dispensa de Incorporação, para os candidatos do sexo masculino; diploma de conclusão da graduação exigida no Edital do Concurso, comprovantes de residência e CREF aos candidatos à vaga de Educação Física.

Docentes aprovados no concurso de 2014

 Cédula de identidade/RG; o mesmo CPF utilizado no ato da inscrição; documento de inscrição no PIS ou PASEP; Título de Eleitor; CTPS; Certificado de Reservista ou de Dispensa de Incorporação, para os candidatos do sexo masculino; diploma de conclusão da graduação exigida no Edital do Concurso; Histórico Escolar; comprovante de votação das últimas eleições ou declaração expedida pelo TER comprovando que se encontra quite com a Justiça Federal; declaração firmada pelo candidato de ausência de antecedentes criminais; certidão criminal (Distribuidor Estadual); certidão da Justiça Federal (Distribuidor Federal) e comprovante de residência.